Elaboração de provas: quanto tempo um professor gasta em média?
Julho | 2019

Por Angélica Weise

Tempo! Essa palavra parece ir contra a rotina do professor. Por mais que ele se planeje, parece que sempre falta tempo. Há tanta coisa a ser feita, material a ser preparado, provas a serem corrigidas. Afinal, os alunos esperam ansiosos o resultado das provas. Mas você professor já se perguntou quanto tempo perde elaborando provas?

Não vamos adentrar nesse texto sobre a aplicação de provas para avaliar o desempenho dos alunos, e se essa é ou não é a melhor tática para acompanhar o seu desenvolvimento. O que queremos compreender e ajudar na reflexão dos docentes e também das escolas, é o tempo gasto em média  pelo professor na elaboração de provas.

Quantas horas semanais são dedicadas ao simples fato de elaborar uma prova e depois corrigi-lá?  Sabemos que os professores fazem o melhor com as condições que lhes são dadas. Inclusive, muitas escolas proporcionam um período do calendário escolar para preparação de material em sala de aula, como também elaboração e correção de provas, pois sabem que essas tarefas exigem tempo. E é sobre tempo que este texto quer abordar. Será que não há outras formas para otimizar o tempo do professor, e ainda propiciar uma melhor eficiência na elaboração de provas?

Poder contar com ajuda de ferramentas digitais pode tornar esse processo mais dinâmico, eficiente e prático para a rotina do professor. Afinal, quem não quer ter mais tempo e qualidade de vida para aproveitar os momentos de lazer? Até porque a logística da aplicação de provas é um dos maiores desafios das instituições de ensino.

E qual será o tempo médio (quantidade de horas) que o professor gasta elaborando provas?

Colocaremos de exemplo: um professor que tem 5 turmas, cada turma com 30 alunos, o que totaliza 150 alunos. Claro que esse número varia muito. Mas digamos que são aplicadas em cada turma 3 provas por bimestre. Há evidências de que um professor leva, em média, 2 horas para elaborar uma prova. Neste exemplo, o professor gastaria em torno de 30 horas por bimestre ou 120 horas por ano apenas elaborando provas, sem contar o tempo que precisa depois para corrigir. Mais tempo ainda! Será que não há formas mais inteligentes que possam contribuir para isso? 

Experiência: escola utilizando apps de correção

No quesito automação para correção, já são várias as escolas no Brasil que utilizam aplicativos para leitura automática de cartões-reposta. Afinal, corrigir provas envolve a digitação da avaliação, organização das questões, diagramação, impressão, correção e lançamento das notas em um sistema interno. E um caso recente de incluir ferramentais digitais na correção de provas foi em escolas do Paraná. É que os gestores escolares poderão garantir a correção em tempo recorde por meio de um aplicativo de celular.

Leia mais a respeito clicando aqui

Avaliação e comprometimento

A responsabilidade pelo sucesso do aluno não deve depender apenas dos professores e escolas de ensino fundamental e médio. Por mais que as provas escolares avaliem o desempenho dos alunos é preciso antes disso avaliar o planejamento escolar que o professor realiza.

  1. Os alunos estão envolvidos? E se eles não estão, quanto tempo leva para recuperá-los na tarefa? E se eles estão, o conteúdo está desafiando-os o suficiente para estender seu aprendizado?
  2. O professor deixa claro para seus alunos o que eles deveriam aprender? Isso parece básico, mas muitas vezes está faltando. Ter um professor postando questões essenciais é uma ótima maneira de abordar esse aspecto.
  3. Participação em sala de aula. Fazer com que os alunos respondam a perguntas é muito mais complicado do que chamar em primeira mão para subir. Verifique também se você varia aqueles que chamam, aguardando o suficiente para permitir que mais alunos participem e variando seus tipos de perguntas para incluir perguntas factuais, divergentes e de ordem mais alta. Para uma rubrica que cobre questões, discussão e participação dos alunos.

Ferramenta que facilita a rotina do professor

Com mais tempo livre, o professor pode se dedicar a preparar aulas mais inovadoras e instigantes, investir em sua formação e, claro, passa a ter mais qualidade de vida. É importante lembrar que as avaliações desempenham uma função essencial na educação. 

Eles fornecem aos educadores informações críticas sobre o aprendizado dos alunos, para que os educadores possam adaptar melhor as instruções, o suporte e a intervenção para atender às necessidades dos alunos. Embora o excesso de testes nas escolas possa ser um problema, testar muito pouco os alunos também pode ser uma preocupação real se os educadores não estiverem obtendo os dados de que precisam.

Mas que tal poder contar com ajuda da tecnologia até mesmo para corrigir provas? E não somente isso. Uma ferramenta que possa auxiliar você na elaboração de provas? Sim! A Prova Rápida é este recurso que ajuda na rotina do professor. Quem conhece, usa e recomenda. É por isso, que as ferramentas digitais dinamizam e facilitam o trabalho de profissionais. 

 Prova Rápida é uma plataforma web para gestão, elaboração e correção de provas. São inúmeras as vantagens da versão gratuita desta ferramenta do qual o professor faz cadastros de instituições e turmas, utiliza questões de diversas instituições. Com um banco com mais de 600 mil questões atualizadas de ENEM, vestibulares, ENADE, concursos públicos, contemplando disciplinas em diversas áreas do conhecimento (de matemática a psicologia, de direito a engenharia, de contabilidade a línguas) nos três níveis de educação (fundamental, médio e superior), o professor cria provas de qualidade em poucos cliques. 

Ou seja, é bom para o professor, e bom para o aluno, pois através dessa ferramenta é possível conseguir avaliar melhor o desempenho dos alunos, sem erro e com muita prontidão. É que se pode através da ferramenta avaliar os resultados individuais com os da classe, o que permite compreender as maiores dificuldades da turma como um todo.

Ainda é possível criar o seu próprio banco de questões, inserindo questões próprias, gerar avaliações com diagramação automática, gerar folhas de gabarito e armazenar todas as suas avaliações de forma segura na nuvem podendo acessá-las quando quiser. Cadastre-se gratuitamente!

E você? É professor? Nos conte a sua experiência sobre a elaboração e correção de provas? Você utiliza alguma ferramenta? Ou corrigi sozinho?

 

 

 

Tags:
prova rápida
correção de provas
professor